Notícias

Banco Citibank condenado a pagar diferenças de remuneração variável por alteração abusiva de metas

26/09/2016 Direito do Trabalho

A juíza do TRT da 1ª Região entendeu que a reclamante laborava com a venda de produtos do banco e, mesmo atingindo as metas mensais impostas, o valor da sua remuneração variável sempre lhe foi pago a menor em razão de fatores como: majoração da meta no meio do mês, o que muitas vezes prejudicava o novo alcance, bem como por haver descontos de custos variados (custo matriz, custo de filial, inadimplência), que impactavam nessas metas.

Somando-se a isso, a empresa não juntou aos autos a regulamentação interna para análise das metas estabelecidas, tampouco o relatório de "apuração do resultado gerencial da unidade de negócio".

Processo nº: 0011067-06-2014-5-01-0070. Da decisão, cabe recurso.

Fonte: MCK Advogados

Voltar para notícias