Notícias

Banco Fibra condenado a reconhecer o vínculo de emprego de operadora de call center contratada pela GVI Promotora na modalidade de "temporária"

22/08/2016 Direito do Trabalho

O Tribunal do Trabalho da 4ª Região entendeu que as empresas GVI Promotora de Vendas e Serviços Ltda., posteriormente incorporada pela Credifibra S/A - Crédito, Financiamento e Investimento, integram o grupo econômico do Banco Fibra, assim como funcionavam como se um departamento produtivo deste.

Em realidade, o grupo econômico optou por dividir suas atividades financeiras, mantendo as empresas de financiamento (GVI e Credifibra) atribuindo ao cabeça, as atividades bancárias, mas ambas com atuação vinculada e complementar, como se fosse um único empreendimento.

Ademais, as empresas não lograram êxito em comprovar a necessidade de contratação por via temporária, como aumento de serviço, sendo nula portanto, essa modalidade.

Processo nº 0000493-03-2013-5-04-0028. Da decisão, cabe recurso.

Fonte: MCK Advogados

Voltar para notícias