Notícias

Crefisa S.A é condenada ao pagamento de R$30 mil a título de dano moral pela cobrança excessiva e humilhante de metas em favor de funcionária formalmente contratada pela Adobe

14/06/2017 Direito do Trabalho

A sentença reconheceu o vínculo de emprego diretamente com a Crefisa S.A., na medida em que restou comprovado que ADOBE E CREFISA formam grupo econômico, possuindo os mesmos diretores, mesmo endereço, mesmo ramo de atividades (venda de empréstimos).

Ademais, a prova dos autos demonstrou que a funcionária se apresentava aos clientes como verdadeira empregada da financeira, trabalhando, portanto, em benefício da CREFISA e não em favor da empresa interposta (Adobe).

Ainda, entendeu a magistrada que a reclamante sofria COBRANÇA EXCESSIVA DE METAS, SENDO CONSTANTEMENTE OFENDIDA E AMEÇADA DE DEMISSÃO. A prova produzida evidenciou que a demissão da autora se deu única e exclusivamente por ter a mesma ajuizado reclamatória trabalhista contra outra empresa, em evidente atitude discriminatória. Assim sendo, a CREFISA restou condenada ao pagamento de 30 mil reais a título de dano moral.

Processo 0001387-65.2015.5.12.0034.

Da decisão, cabe recurso.

Fonte: MCK Advogados

Voltar para notícias