Notícias

Facta é condenada a pagar a funcionária valor equivalente a televisor de 32 polegadas, por cancelamento indevido de prêmio

28/10/2016 Direito do Trabalho

A funcionária, contratada como operadora de negócios, realizava a venda de produtos do BMG, como créditos e empréstimos. Recebia remuneração variável como comissões e prêmios.

Comprovado pela prova documental que no mês anterior à sua saída a reclamante atingiu as metas estipuladas e mesmo assim teve o prêmio cancelado, o Juiz da 23ª Vara do Trabalho de Porto Alegre, deferiu o pagamento compensatório.

Processo nº: 0021200-70-2014-5-04-0023. Da decisão, cabe recurso.

Fonte: MCK Advogados

Voltar para notícias