Notícias

Itaú condenado a pagar indenização de R$150 mil e pensionamento a funcionária vítima de assalto

01/06/2017 Direito do Trabalho

A funcionária foi rendida ao entrar na agência e forçada a segurar uma granada durante todo o assalto. Além de segurar a granada, a empregada teve armas apontadas para sua cabeça e sua vida e de seus familiares, inclusive dois filhos menores, ameaçadas pelos ladrões, que haviam estudado a rotina da família e tinham informações e fotos sobre o local da residência e os deslocamentos das crianças.

Pesou na decisão o fato de o Itaú ter advertido a funcionária logo após o assalto por ela não ter adotado os procedimentos de segurança para preservar o patrimônio do Banco.

O perito nomeado pelo juízo mensurou que o trauma sofrido pela funcionária, que inclusive teve que deixar sua residência e se mudar para o interior do estado, acarretou na perda total da capacidade laborativa. Atuaram em favor da funcionária os advogados Rafael Davi Martins Costa e Vanessa Michele Rosa.

Da decisão cabe recurso.

Processo nº: 0021143-94.2015.5.04.0030.

Fonte: TRT da 4ª Região

Voltar para notícias