Notícias

Itaú Unibanco é condenado ao pagamento de adicional de periculosidade a executivo oriundo do Citibank

05/07/2017 Direito do Trabalho

O perito judicial designado pelo juiz da 5ª vara do trabalho de São Paulo concluiu pela existência de periculosidade no período em que o executivo laborou no Centro Empresarial Água Branca. Tal fato decorre do armazenamento de tanques de combustível em condições inadequadas, o que torna toda a estrutura vertical do prédio como área de risco.

A periculosidade gera direito ao pagamento de um adicional mensal de 30% sobre o salário, mais reflexos nas férias com 1/3, 13º e 14º salários e FGTS com multa de 40%.

A sentença acolheu o laudo pericial e condenou o banco ao pagamento do referido adicional.

Da decisão, cabe recurso.

Processo nº: 100187-73.2016.5.02.0005.

Fonte: TRT da 2ª Região

Voltar para notícias